Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quatro-Quatro-Dois



Segunda-feira, 15.10.12

O que vale Rangel?

A colagem (para quem se lembra) é óbvia. Foi capa de um jornal após a vitória de Vale e Azevedo nas eleições do Benfica.

 

Uso a colagem propositadamente. É mesmo Vale e Azevedo a personagem central e mais importante destas eleições no Benfica.

 

Confusos?

 

Hoje foi anunciada a Candidatura do Juiz Rui Rangel às eleições do Benfica. E a primeira reacção por parte do Presidente Luis Filipe Vieira é agitar o fantasma de Vale e Azevedo. Triste este Benfica...

 

É salutar em qualquer regime democrático que exista contradição, debate de ideias, diferentes visões e diferentes caminhos. Num mundo ideal, a democracia no seu pleno deveria servir para esclarecer e permitir que as pessoas (eleitores) escolhessem livremente através do seu voto a melhor ideia, o melhor projecto, o melhor caminho...

 

É nesse défice de democracia em que se encontra o Benfica.

 

Escutei com bastante atenção todas as palavras de lançamento da candidatura de Rui Rangel. Primeiro através de Ribeiro e Castro e depois do próprio Rui Rangel. Se o primeiro mostrou uma postura claramente de político, apelando à elevação da campanha, o segundo entrou claramente ao ataque e além de Luís Filipe Vieira mostrou que existe outro ódio de estimação por aquelas bandas: José Eduardo Moniz.

As principais palavras de Rui Rangel foram para atacar essas duas personalidades. Pelo meio prometeu uma mão cheia de nada. O habitual Benfica vencedor, um plantel com mais portugueses, ambição nas amadoras sendo que prometeu analisar os contratos com a Olivedesportos e (talvez a principal declaração) respondeu que iria segurar Jorge Jesus (pelo menos até final do contrato). Curiosamente nem um aplauso se ouviu na sala quando tal foi transmitido...

Os habituais lá estavam ao lado de Rangel. Os excluídos do Vieirismo e anteriores membros de direcções anteriores. Na primeira linha, nada de caras novas. E lá estava na plateia José Veiga.

 

Do outro lado, o principal trunfo de Vieira é o habitual: a obra feita nas infra-estruturas (depois do Estádio e do Centro de Estágio vem o Museu), o fantasma de Vale e Azevedo, a estabilidade do futebol (estabilidade leia-se 2º lugar estável) e pouco mais... Se analisarmos o tal "Mandato Desportivo" o saldo é francamente negativo...e preocupante.

 

Ou seja, neste momento o Benfica tem dois candidatos que nada de novo apresentam. Repito. Neste momento.

 

Isto beneficiará Vieira?

 

Em principio sim. Será fácil vencer estas eleições. Tem o apoio (dizem os seus apoiantes) da maioria das Casas do Benfica (que não percebo porque numa realidade de 300 mil sócios continuam a ter direitos especiais...) e de grande parte da massa associativa do Benfica que tem receio do fantasma de Vale e Azevedo. Se conseguir evitar ir a debate será ainda mais fácil...

 

E do lado de Rangel?

 

Tentou colar-se às claques, o que acho que foi um erro táctico que irá beneficiar o discurso de Vieira. Mas terá porventura uma forte margem de apoio em muita gente que se encontra desiludida com o "Vieirismo" e não terá receio de apostar num novo "cavalo". Ainda por cima rodeado de caras conhecidas. Conseguirá talvez vencer um debate com Vieira (se o conseguir) pois tem muito mais facilidade de discurso que o Presidente, mas mesmo assim irá precisar de muito mais para conseguir vencer umas eleições neste Benfica. E atenção que a popularidade de Vieira está em baixo...

Infelizmente acredito que o caminho que Rangel irá tomar será o de denegrir o seu opositor. Comigo pessoalmente não resultará. Mas acredito que para muita gente seja susceptível a esse tipo de discurso...E que consiga alguns votos assim.

 

Gostaria que estas duas semanas servissem para o Benfica mostrar que está vivo e que continua a ser um baluarte de tradições democráticas e de pluralismo de opinião. Coisas que nos últimos anos têm andado afastadas do Estádio da Luz (fazendo lembrar outras paragens)...

 

Não acredito que assim seja.

 

Infelizmente.

 

Finalmente, foi com muita tristeza que foi notada a ausência da apresentação da candidatura de Rui Rangel dos orgãos de comunicação do Benfica. Um pequeno grande exemplo de como vai o nosso Clube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

rematado por Ricardo às 23:47




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitas